h

Lojas de Saber

Criadas por João José Pedroso Lima, as Lojas de Saber são sessões que decorrem no Exploratório há já mais de cinco anos.
O objetivo da iniciativa, segundo o seu fundador, é o de “facultar, de uma forma mutuamente enriquecedora, a experiência e o saber acumulado pelos mais velhos às novas gerações”. Por isso mesmo, cada uma das sessões conta com um(a) orador(a), geralmente "indivíduos reformados, com perfis diversificados, do mundo académico, ou não, e que estejam interessados em transmitir os seus conhecimentos de forma voluntária e solidária", que quinzenalmente vem ao Exploratório partilhar a sua experiência, o seu saber.

Atualmente, as Lojas de Saber decorrem na 1ª e na 3ª sexta-feira do mês, das 18h00 às 19h45.

Participe!

Somos o que comemos

Viajando pela História, assistimos a deslocação dos Povos na busca de alimento, pois, até à prática da agricultura, éramos nómadas, simples recolectores de frutos, bagas, flores, sementes, raízes, seduzidos pelas cores, cheiros, sabores e texturas nos fomos nutrindo, vegetarianos durante muito tempo regidos pelos sentidos … chegando aos dias de hoje. Com a descoberta do fogo, a caça, a pesca e a prática da agricultura dá-se o início de uma grande transformação, começamos a cozinhar e a combinar alimentos, permitindo assim, o desenvolvimento físico e intelectual do Ser Humano.
Pelos dias de hoje, assiste-se ao abandono de um ritmo de vida “slow”, marcado pelos ciclos da Natureza, adoptando o ritmo “fast” da era do capital, assim, a alimentação é, em grande medida, manipulada pela indústria e seu marketing que induz a consumir e a procurar os alimentos geneticamente modificados, enriquecidos, de agricultura intensiva, refinados e processados, tudo com grandes períodos de validade nas prateleiras dos super/híper mercados, acenando com a bandeira de saudável, mas, o objectivo é a maximização do lucro e não, o bem estar e saúde do Ser Humano.
As dúvidas são constantes e que comer? fresco ou processado? bio ou não? refinado ou integral? com ou sem glúten?



Participe!

Data: Sexta-feira | 16 junho 2017
Horário: 18h00
Duração: 1h45
Orador: Gil Edgar - Gastrónomo - Chef
Entrada Livre


Sessões anteriores











...

Ser deficiente visual hoje. Uma experiência de vida


2 de junho de 2017
sessão dinamizada por: Luís Barata - Funcionário dos Serviços Sociais da Universidade de Coimbra

...

Ler poesia: construção da sensibilidade e formação do gosto


26 de maio de 2017
sessão dinamizada por: Leocádia Regalo - Professora Aposentada do ensino secundário

...

Cinema e Cinefilia: vestígios de um olhar errante


19 de maio de 2017
sessão dinamizada por: Abílio Hernandez - Professor Associado Aposentado da Universidade de Coimbra

...

Descobertas Científicas Acidentais


21 de abril de 2017
sessão dinamizada por: Victor M. S. Gil - Professor Jubilado da Universidade de Coimbra (BD com Ana C. Silva)

...

A CPLP num mundo global


7 de abril de 2017
sessão dinamizada por: Eugénio Anacoreta Correia - Ex-Embaixador de Portugal

...

Que Pedagogias para o Século XXI?


17 de março de 2017
sessão dinamizada por: António Dias de Figueiredo - Prof. Catedrático aposentado da Universidade de Coimbra

...

Baterias e super-condensadores para automóveis elétricos


3 de março de 2017
sessão dinamizada por: Victor MM Lobo - Prof. Catedrático Jubilado da Universidade de Coimbra

...

O VIDRO é um material de prestígio que tem permitido à Humanidade ter mais cor e luz, mais calor, conforto e bem-estar


17 de fevereiro de 2017
sessão dinamizada por: Maria Schultz Loup - Engenheira Química Industrial

...

Efeito Placebo: a terapêutica que não é


10 de fevereiro de 2017
sessão dinamizada por: João Relvas - Médico, Professor Associado com Agregação aposentado da Universidade de Coimbra

...

Divertimento filológico: a língua portuguesa é muito traiçoeira!


20 de janeiro de 2017
sessão dinamizada por: Telmo Verdelho - Professor Catedrático aposentado da Universidade de Aveiro

...

Luz e Mecanismos da Visão: da Euglena Viridis ao olho biónico


6 de janeiro de 2017
sessão dinamizada por: Alfredo Rasteiro - Professor jubilado da Universidade de Coimbra